terça-feira, 13 de dezembro de 2011

STJ sem enfeites de Natal em nome do "Estado laico"


Graças a este senhor, o Brasil avança mais... para um buraco sem Deus
  Por ordem do seu presidente, ministro Ari Pargendler, o Superior Tribunal de Justiça retirou de suas áreas comuns enfeites de Natal, grande  festa da cristandade. A alegação é que “o Estado é laico” (Fonte: Jornal do Brasil).

  Meu Deus, em que mundo estamos? Melhor, eu sei para qual mundo, para qual Brasil nós estamos caminhando: para um lugar sem Deus! Quanta ignorância! E o Sr. Ari Pargendler se diz magistrado... Este STJ é de dar nojo! Aprova leis anticonstitucionais, insere-se em campos que não lhe pertence e ainda ensina burrice ao povo brasileiro, misturando “Estado laico” com “Estado laicista”. Senhores Ministros, só porque o Tribunal tem o nome de “Superior”, isto não lhes dá o direito de aprovarem leis iníquas e de cometerem violência à cultura e à História brasileira, ferindo o sentimento do povo brasileiro e arrancando suas raízes cristãs. Isto é uma verdadeira ditadura, em nome de uma falsa democracia; uma verdadeira censura, em nome da laicidade do Estado.
  Infelizmente, pouco a pouco, a religião está sendo espremida para um uso privado. A senadora Marta Suplicy faz emenda num projeto tendencioso, dizendo que podemos nos expressar de maneira “pacífica” quanto ao homossexualismo. O que ela quis dizer com isso? De muitos lugares públicos foram retirados os crucifixos, com a alegação esdrúxula – de novo – da laicidade do Estado. Como vocês vêem, símbolos cristãos são retirados, enfeites de Natal são vetados, nossa doutrina não poderá mais ser proclamada “fora” da Igreja... para onde o Brasil está indo? Dê seu palpite e escreva o que acha.

7 comentários:

  1. Realmente, e uma pena ter pessoas que se diz ter tanto estudos; e ao mesmo tempo tão pobre e tão vazia de Deus. A onde vamos? Quantos restarão? O que fazer? Que Deus tenha misericórdia de cada um deles. E que possamos ter um coração de fé e de amor profundo por Deus.

    ResponderExcluir
  2. É muito triste ver o povo matando
    e novamente em suas mentalidades
    doentes e incredulas tentando
    crucificar o nosso REI DO UNIVERSO,
    JESUS CRISTO. Que já morreu pelos
    nossos pecados, e que Vive, e está
    Ressuscitado Verdadeiramente no meio
    de nós!!!
    Precisamos intensificar cada vez mais
    nossas orações pois a vinda Gloriosa
    de Nosso Salvador está próxima!!!!
    Sandra

    ResponderExcluir
  3. José Roberto (Beto gordo)13 de dezembro de 2011 17:17

    Nisso eles são bons. Vejam a notícia abaixo:

    13/12/2011 14h31 - Atualizado em 13/12/2011 15h54 (Globo.com)
    Marcos Valério e sócio têm habeas corpus concedidos pelo STJ
    Eles foram presos na Operação Terra do Nunca no dia 2 de dezembro.
    Polícia de São Desidério (BA) investiga crimes de grilagem de terra.
    Marcos Valério foi preso em MG no dia 2 de dezembro
    O publicitário Marcos Valério e um dos sócios, Francisco Marcos Castilho, presos há 11 dias em Salvador, tiveram os pedidos de habeas corpus concedidos na tarde desta terça-feira (13) pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), após apreciação do desembargador Sebastião Reis Júnior, da Sexta Turma. Com a decisão, eles aguardam o julgamento em liberdade.
    As prisões ocorreram em Minas Gerais durante a Operação Terra do Nunca, deflagrada pela Justiça da Bahia e que investiga crimes de grilagem de terra e aquisição de papéis públicos.

    ResponderExcluir
  4. Deus não depende destes sem vergonhas!!!! Que se convertam ou queimarão no fogo eterno!!!

    ResponderExcluir
  5. Sou advogado, não gosto muito deste Ministro mas tenho que admitir que a decisão do STJ está absolutamente correta. O Brasil é um Estado Laico e portanto não temos o direito de colocar crucifixos e enfeites de natal em Orgãos publicos, asssim como não seria correto colcoar fotos de Maomé, Budas ou estrelas de David, etc... A Constituição Federal deve ser respeitada.

    ResponderExcluir
  6. Sr. Advogado Anônimo, é bom se expressar, mas também é bom se mostrar. Não gosto de responder a "anônimos", mas posso lhe dar algumas palavras. A raiz da nacionalidade brasileira é cristã. Um Estado não deixará de ser laico por portar em seus espaços públicos, símbolos de sua cultura; se assim for, deveremos também excluir do espaço público tantos outros símbolos espalhados pelo Brasil que remontam à uma ideologia atéia ou positivista. Por exemplo, a própria bandeira nacional (repleta de símbolos positivistas, o positivismo é uma religião)deveria ser retirada destes espaços. E porque não dizer da foice e do martelo, do compasso e do esquadro...
    Um Estado laico é salutar para todos nós, é um lugar de respeito a todas as religiões e pensamentos; um Estado laicista é uma nova ditadura, que quer fazer calar a voz diferente e extirpar as raízes cristãs de uma não que foi fundada sobre elas.

    ResponderExcluir
  7. Correção: Um Estado laicista é uma nova ditadura, que quer fazer calar a voz diferente e extirpar as raízes cristãs de uma nação que foi fundada sobre elas.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar nossos artigos, homilias ou fotos. Que seja para a glória de Deus! Não responderemos a anônimos sem registro neste blog.